2.png

Administre a tendência à dispersão...

pratique atenção plena.

Por que meditar?

Nós temos uma mente incrível e gostamos de nos identificar com nossa racionalidade. No entanto, a mente inquieta (que nunca encontra um momento de quietude) pode acabar perdendo foco e lucidez, criando ou reforçando condições disfuncionais no corpo, na mente, e no sistema emocional.

 

Muito do nosso adoecimento no nível físico e não físico tem sido gerado por uma condição interna da mente que não encontra o caminho adequado para lidar com o que percebe e sente no mundo externo, ou com aquilo que ela mesma produz quando entra em contato com pensamentos e emoções densas.

 

A prática da meditação é o tempo de quietude que damos a nós mesmos para enxergar o que estamos sentindo e "sendo". É o tempo para perceber nossas percepções, sentir a energia vital e aprender a manejar as emoções.

1.png

Pesquisas da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, demonstraram que um adulto contemporâneo tem cerca de 60 mil pensamentos por dia. Também descobriam que, em média, quase 90% desse volume são pensamentos desconexos e repetitivos que geram insatisfações, ansiedades e outros transtornos.

Por que Mindfulness

Entre todas as linhas meditativas, essa prática tem sido a mais estudada e validada pela ciência contemporânea. Ela é também a mais recomendada pela área médica.

A prática de Mindfulness (termo inglês traduzido no Brasil como prática da Atenção Plena) ganha especial aplicabilidade no contexto de uma vida excessivamente acelerada. E chega como um apoio para quem busca reduzir os níveis de stress e manter-se em equilíbrio na dinâmica da sua rotina.

Ao praticar mindfulness, vamos “ensinando a mente” a retornar a atenção para a realidade do instante que está sendo vivido em vez de perder-se em comentários internos, julgamentos, memórias fixas ou expectativas irreais sobre um futuro ainda incerto.

Conforme praticamos, além de aumentar a 'qualidade' da presença (naturalmente) também vamos aumentando a conexão com a vida. Quando reduzimos as dispersões e agitações internas desnecessárias deixamos de perder energia vital e preservamos a integridade do nosso campo físico, mental e emocional.

Hoje, muitas áreas da ciência e da epigenética comprovam: SOMOS muito mais do que um cérebro ou uma mente. Somos um espaço de VIDA, tão infinito e inexplorado quanto o próprio universo - um sistema extraordinário, com níveis "holográficos" de consciência que mal começamos a desvendar! 

9.png

Presença, percepção, consciência.

Percebendo melhor o "espaço de vida" que somos, podemos ampliar nossa consciência reconhecendo como nos implicamos com aquilo que percebemos em nós e ao nosso redor. Na simplicidade de uma pausa conseguimos observar com maior acuidade como realmente estamos, e aprender a manejar nossos estados internos. 

“A quietude ajuda a enxergar

o que só é possível ver "por dentro”.

Cinara Cristina Bastos

Imagine que você ganha o veículo mais sofisticado e potente já inventado... Para ter a melhor experiência possível com ele você terá que conhecê-lo bem, estudá-lo com atenção, certo?

 

Esse veículo somos nós, e tudo o que nos compõe. É a estrutura do nosso corpo, da nossa mente, das emoções... É o campo onde experimentamos a vida acontecendo instante a instante - nas impressões, intenções, cognições, e trocas.

 

O fato é que sabemos mais do 'trânsito' do mundo externo do que a respeito de nós mesmos, de nosso veículo, dos recursos que trazemos dentro de nós. Uma boa parte das angústias, inquietações e sofrimentos que experimentamos decorre por desconhecermos a nós mesmos. Pagamos caro por ignorar nossa multidimensionalidade e ainda não sabermos como manejar nosso veículo em seu conjunto.

 

A meditação contribui nesse contexto: do autoconhecimento!! É o tempo de uma pausa dedicada a aquietar-se internamente para ver e (re)conhecer o que se passa da pele para dentro, como anda o sistema e o que cabe ao "motorista" cuidar...

Você é vida. Vida consciente.

FINAL MEDITAÇÃO _site cinara.png
11.png

Meditação é um exercício para a vida.

Aprenda a conhecer melhor o seu próprio sistema.

Você é a única pessoa que pode fazer isso por você!

Mindfulness

"O jeito mais simples e gentil de aprender a meditar."

Onde estiver, começando com apenas três minutos diários você já pode começar a sentir os efeitos que uma breve pausa intensional trará para sua vida.

Não se trata de ficar "zen", nem de se tornar uma pessoa passiva. Apenas 'mais presente em si mesmo' e com a possibilidade de escolhas.

Como surgiu?

A prática da meditação é uma atividade milenar de auto-observação e autoconhecimento. Segundo tradições orientais ela remonta há mais de 2.500 anos, e foi mais disseminada no oriente.

 

Só em meados do século passado começou a despertar o interesse dos pesquisadores e neurocientistas ocidentais. Entre eles, o trabalho do doutor Herbert Benson abriu um caminho de investigação. Ele foi pioneiro nas pesquisas científicas sobre os efeitos do stress no mundo moderno, e ao pesquisar as respostas de relaxamento descobriu que práticas comuns nas filosofias orientais poderiam ser essencialmente úteis na acelerada vida ocidental.

 

Outros estudos americanos se seguiram e foram aprofundados por cientistas como Richard Davidson na Universidade de Wiscounsin, e Jon Kabat-Zinn - professor Emérito de Medicina, diretor fundador da Clínica de Redução do Stress e do Centro de Atenção Plena em Medicina, na Escola Médica da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos. Kabat-Zinn tornou-se o sistematizador da prática de mindfulness para pacientes com stress e dores crônicas.

Resultados observados com a regularidade da prática:

Nos grupos analisados, os estudos científicos comprovam muitos benefícios em termos de saúde, estados de ânimo, e níveis de bem-estar. Cabe lembrar que os resultados aparecem como tempo, mantendo regularmente o compromisso com a prática pessoal diária. Verificamos os mesmos benefícios nos praticantes que temos acompanhado nos últimos anos, entre os quais destacamos:

  • Auxílio na redução dos níveis dos hormônios do stress

  • Maior percepção, foco e concentração no presente

  • Maior nível de atenção e clareza mental

  • Apoio no reequilíbrio do campo psicoemocional

  • Apoio na redução dos estados de ansiedade

  • Sensível melhora na qualidade do sono

  • Intuição mais aguçada

  • Melhor condição para criatividade

  • Amplia o nível de autoconhecimento

  • Maior sensação de bem-estar e harmonia com a vida.

Estudos realizados pelas universidades de Wiscousin, Stanford e Massachusetts também demonstraram como a prática regular da meditação pode influenciar no fortalecimento do sistema imunológico, quando incorporada como um hábito regular no dia a dia.

Quer saber mais?

Inscreva-se em um de nossos workshops e ingresse em um dos grupos de prática!

Grupos presenciais

Encontros com número limitado de participantes durante a pandemia. Informe-se sobre novas turmas e horários.

Grupos on-line

Encontros semanais, às quartas-feiras, 19h30, pelo zoom. Solicite link para uma prática experimental.

Workshops

10.png

Para pessoas físicas e jurídicas:

Introdução às Práticas de Mindfulness: 3 hs de duração.

Insperiências Meditativas: programa realizado sob demanda.

 

13.png